Reflorestar através da produção de granadas de sementes

No dia 15 de outubro, como em várias regiões do território português, ocorreram diversos incêndios no distrito de Braga. A área ardida no concelho de Braga atingiu os 1200 ha destruindo espaços verdes tão emblemáticos como os santuários da Nossa Senhora do Sameiro e do Bom Jesus. A Câmara Municipal de Braga (CMB) e o Projeto Eco-Escolas desafiaram as Eco-escolas a produzirem granadas de sementes. Nas aulas de Ciências Naturais, os 66 alunos do 8ºano de escolaridade, da EB 2,3 Frei Caetano Brandão debateram a temática da Floresta. Decidiram intervir ativamente para que esta situação não se volte a repetir através desta prática agrícola. O propósito será lançá-las nos terrenos ardidos ou noutros de acordo com o programa de reordenamento florestal previsto pela CMB, no dia 24 de novembro. Esta foi a data que o município convidou as Eco-Escolas de Braga a comemorar o Dia da Floresta Autóctone.


O vídeo pretende sensibilizar para a necessidade de preservação da floresta autóctone tendo para o efeito sido utilizadas bolotas de carvalho alvarinho. O vídeo explica o modo como se produzem as granadas de sementes. As 66 granadas foram realizadas nas aulas experimentais de Ciências Naturais, durante a semana de 6 a 10 de novembro, como forma de comemorar “Global Action Days” a par com outras iniciativas, como o jogo “Quantos queres?”. Este jogo continha perguntas que testava os conhecimentos sobre o carvalho. A CMB forneceu a argila e as leguminosas necessárias à realização desta atividade. Para a sua concretização, além do contributo da CMB, tivemos a colaboração de uma docente de TIC e do clube Europeu. Estiveram envolvidas cerca de 75 pessoas. Esta iniciativa permitiu desenvolver competências de várias disciplinas de uma forma transdisciplinar. Tornou-se ainda mais gratificante para os alunos pois, esta ação foi concertada com o município  dando garantias que trará frutos para a correta reflorestação do concelho contribuindo, também, para fomentar a cidadania ativa.

 

Alunos envolvidos no projeto: Ângela Ferreira; Ariana Moreira; Bruna Freitas; Carolina Freitas; Diana Yadlos; Edgar Pinto; Fabiana Fernandes; Gonçalo Meleiro; Leonardo Silva; Nuno Araújo; Rodrigo Sousa; Sofia Ribeiro; Vera Costa

Escola: EB 2,3 Frei Caetano Brandão

Data: 11.11.2017

Partilha esta reportagem em