Mercúrio: um problema invisível
Jun14

Mercúrio: um problema invisível

Para a Organização Mundial de Saúde o Mercúrio é um dos dez elementos ou grupos de elementos químicos que apresentam problemas especiais de saúde pública. A população geral está exposta a mercúrio através da ingestão de alimentos contaminados (principalmente peixes predadores e marisco) e através da exposição a vários produtos de consumo que contêm mercúrio como por exemplo cosméticos, produtos de higiene e cuidados pessoal, detergentes e medicamentos. Perante este problema os alunos Afonso Mota, Bernardo Alves e João Leal, desenvolveram um estudo, onde avaliaram os níveis de contaminação de uma população de jovens entre os 12 e os 18 anos. Este estudo revelou-se inovador pois até à data não existiam outras investigações que envolvessem este escalo etário. Como forma de comunicar o trabalho, de uma forma criativa e transversal a diferentes públicos, elaboraram uma história em Banda Desenhada. O trabalho criativo e técnico foi da responsabilidade do aluno Miguel Guerreiro com a orientação da Professora de Artes Visuais, Sofia Caranova.

Saber mais
Rio Trancão é nome de poluição? Estudo revela que já não é bem assim
Jun14

Rio Trancão é nome de poluição? Estudo revela que já não é bem assim

O Rio Trancão, cuja foz está em pleno Estuário do Rio Tejo, foi considerado um dos mais poluídos da Europa. Entre outros contaminantes, o Trancão foi vítima durante muitos anos de indústrias, por exemplo, no Complexo Químico de Quimigal, que usavam mercúrio nos seus processos de fabrico. Uma parte deste mercúrio encontra-se depositada nos sedimentos do leito do rio, os quais foram agora estudados por um grupo de alunos do Colégio Valsassina em parceria com investigadores do Instituto Português do Mar e da Atmosfera. Os resultados são animadores, pois os valores médios de mercúrio são inferiores aos esperados e sugerem que a Foz do Trancão não pode ser classificada como uma área sob riscos graves associados à contaminação de mercúrio.

Saber mais
Preserva TV
Jun14

Preserva TV

Trabalho realizado na disciplina de Ciências Naturais, no âmbito do tema do Programa Eco-Escolas- Mar. Pretende-se dar a conhecer aspetos do litoral de Torres Vedras, mais precisamente a foz do rio Sizandro . Descrevem-se algumas das espécies mais comuns da praia e das dunas, numa perspetiva de dar a conhecer alguns dos aspectos dos ecossistema marinho e dunar, alertando para a necessidade de proteção das dunas, ecossistema de grande fragilidade.

Saber mais
A biodiversidade na Praia de Cambelas
Jun14

A biodiversidade na Praia de Cambelas

Trabalho realizado na disciplina de Ciências Naturais, no âmbito dos temas do Programa Eco-Escolas- Biodiversidade, no litoral de Torres Vedras. Descrevem-se algumas das espécies mais comuns da praia de Cambelas, numa perspetiva de dar a conhecer alguns aspectos do ecossistema marinho.

Saber mais
O relevo do litoral entre o Cabo Espichel e a Costa de Caparica
Mai23

O relevo do litoral entre o Cabo Espichel e a Costa de Caparica

Entre o cabo Espichel e a Costa de Caparica existe um litoral repleto de formas de relevo, esculpidas quer pelo mar, quer por outros agentes erosivos. A sua formação é exemplo, não só da dinâmica recente do oceano, mas de processos geológicos que ocorreram há milhões de anos atrás. Para além das formas de relevo é importante referir a existência de um sistema dunar parcialmente destruído e que atualmente conta com um programa para a sua recuperação. Conhecer estes “monumentos naturais” e a função dos sistemas dunares para a proteção da costa é fundamental para a sua preservação. Saída de Campo de Geografia 8º ano Escola Alemã de Lisboa Ano Letivo 2017/2018

Saber mais
“AQUÍFEROS do ALGARVE em ALERTA”
Mai16

“AQUÍFEROS do ALGARVE em ALERTA”

É muito importante preservarmos os aquíferos da nossa região, consumindo a água de forma sustentável, evitando a infiltração de água salgada e a sua contaminação antrópica. Devemos estar conscientes que a água assume um papel fundamental no desenvolvimento da nossa região, em atividades de primordial importância como a agricultura e o turismo.Ao divulgarmos esta entrevista pretendemos sensibilizar toda a comunidade, em particular a comunidade escolar para a importância de preservarmos as nossas reservas de água subterrânea, poupando a água que consumimos bem como evitando a sua contaminação. Entrevista à Dr.ª Edite Reis(licenciada em Engenharia Geológica pela Universidade de Aveiro, com mestrado em Geologia Económica e Aplicada pela Faculdade de Ciências de Lisboa) -Técnica Superior da Agência Portuguesa do Ambiente(APA) que exerce funções na Administração da Região Hidrográfica do Algarve (ARH). (janeiro de 2018)

Saber mais