O que uma geração planta a outra tem de matar?
Fev21

O que uma geração planta a outra tem de matar?

Na freguesia de Laje em Vila Verde , uma zona florestal com mais de 50 anos foi abatida drasticamente duas vezes, apenas 150 dos novos pinheiros mansos sobreviveram.

Saber mais
Renascer das Cinzas – Comemoração do dia da Floresta Autóctone
Fev7

Renascer das Cinzas – Comemoração do dia da Floresta Autóctone

O Grupo Eco- Escolas da ESA comemorou o Dia da Floresta Autóctone em parceria com a CMA , Geoparque Arouca e Associação florestal de Entre Douro e Minho. Foram várias as iniciativas de reflorestação (utilizando espécies autóctones como carvalho, bétula, castanheiro ou azevinho) na Serra da Freita, baldio do Merujal. A foto reportagem foi realizada pelos alunos do 11ºF, Curso Profissional Técnico de Multimédia, contando com a orientação do Professor Carlos Gonçalves.

Saber mais
Tragédia ainda presente no pinhal de Leiria
Jan16
Saber mais
Possível ameaça de planta invasora na Serra da Tronqueira
Jan15

Possível ameaça de planta invasora na Serra da Tronqueira

A possível ameaça da propagação da planta invasora Cryptomeria japonica no reduzido habitat natural do Priôlo Açoriano (Pyrrhula murina) na Serra da Tronqueira, ilha de São Miguel. No âmbito de um projeto realizado no segundo ano do curso Biological Sciences da Universidade de Plymouth, Reino Unido, foi avaliada a ameaça que a introdução de espécies invasivas de plantas como a Cryptomeria japonica tem demonstrado na sobrevivência do priôlo Açoriano, Pyrrhula murina. Estas espécies competem por recursos e espaço com a vegetação endémica e nativa especialmente da ilha de São Miguel que proporciona habitat a esta ave única no mundo e atualmente em risco de extinção. Desde que foi colonizada em 1439 várias espécies foram sendo gradualmente introduzidas na ilha pelo Homem, como reconhecimento de riqueza e por questões de estética e beleza da região na época Romântica. Algumas foram ainda plantadas para fins de cultivo.

Saber mais
Proteção a todas as florestas
Jan4

Proteção a todas as florestas

O mini vídeo campanha visa alcançar o maior número de pessoas, através de mensagens diretas e incisivas. Palavras como “Ação”, “Gesto”, “Protege”, “Combate”, entre outras, apresentam-se ao espectador como um imperativo e uma chamada de atenção. Após a visualização das imagens do Jardim Público de Évora, pretende-se demonstrar que qualquer floresta deve ser cuidada, só por ser floresta e por necessitarmos de todas as que existem no planeta. O efeito pretendido é o de provocar o gesto e a ação humana para o combate.

Saber mais
Juntos por dar mais um presente ao futuro!
Dez15

Juntos por dar mais um presente ao futuro!

No dia mundial da Floresta, o Agrupamento de Escolas Trigal Santa Maria, Tadim, Braga, dinamizou um conjunto de atividades, nomeadamente, a plantação de árvores diversas na sua área verde envolvente. Os alunos participaram com entusiasmo e prazer. Sabem bem a importância que as árvores têm no nosso ecossistema.

Saber mais