A Ribeira das Jardas
Jun15

A Ribeira das Jardas

A presente reportagem, em formato documentário, foi desenvolvida na disciplina de Técnicas Aplicadas de uma Turma do Curso Profissional de Fotografia de 3º ano. Tudo começou com uma pesquisa documental a propósito da Ribeira das Jardas, na Internet e em livros, a partir do qual se construiu o texto/guião para o filme. Seguiu-se a deslocação ao local, onde os alunos fizeram grande parte das fotografias que constam na reportagem, muitas das quais foram editadas no programa Ligthroom. Posteriormente, utilizando o programa PowerDiretor, construi-se o filme, utilizando também outras fotos que não só as tiradas pelos alunos.

Saber mais
Anfíbios diminuem a ritmos alarmantes
Jun14

Anfíbios diminuem a ritmos alarmantes

A biodiversidade animal está em risco pois há cada vez mais animais em vias de extinção. A rã desta foto, tirada num rio na região de Penedono, distrito de Viseu, em 27/08/2018, lembra-nos que os anfíbios ainda fazem parte dos nossos ecossistemas, mas que esse cenário poderá mudar muito rapidamente. Os anfíbios são muito sensíveis às alterações climáticas. Às alterações das temperaturas, da precipitação e da radiação ultravioleta, acrescentam-se a agricultura intensiva e a construção desregulada como principais fatores de ameaça a nível mundial. Daqui a alguns anos podemos nunca mais observar estes animais extraordinários e únicos, que têm um papel insubstituível nos ecossistemas.

Saber mais
Canas bravas: uma das maiores pragas em rios portugueses e causadoras evidentes de secas em diferentes rios
Jun14

Canas bravas: uma das maiores pragas em rios portugueses e causadoras evidentes de secas em diferentes rios

A espécie de canas, chamada canavieira-brava, é uma planta com um historial não nativo, isto é, não é uma planta autóctone de Portugal. Antigamente utilizadas com a finalidade de definir a extrema entre os campos agrícolas, agora tornaram-se uma praga para rios, lagos e ribeiras devido ao seu consumo excessivo de água e à sua rápida propagação.

Saber mais
Desigualdades Insustentáveis
Jun14

Desigualdades Insustentáveis

Designa-se por habitações precárias aquelas que não têm infraestruturas básicas, tais como instalações sanitárias, água potável e canalizada, entre outras. Para retratar estas situações, foi fotografada, uma zona habitacional nos arredores de Viseu (Teivas). Expõe, de forma clara, a falta de condições de habitabilidade. Ao observar a fotografia, verifica-se a existência de uma fonte de água corrente, contudo esta é imprópria para consumo. Na maioria das vezes estas situações devem-se a fatores económicos, no entanto muitas vezes estão presentes factores socioculturais e consequências ambientais. Um mundo sustentável passa pela resolução destas desigualdades, como refere o 10.º ODS da Agenda 2030.

Saber mais
Avaliar a Qualidades das Águas Através da Observação de Macroinvertebrados Bentónicos
Jun13

Avaliar a Qualidades das Águas Através da Observação de Macroinvertebrados Bentónicos

O presente artigo relata uma saída de campo, realizada no âmbito da disciplina de Biologia e Geologia, com destino à Ribeira de Odeleite. Os objetivos desta saída de campo foram os seguintes: avaliar a qualidade da água da ribeira através da observação de macroinvertebrados bentónicos e observar a biodiversidade do local. Os alunos ficaram a conhecer melhor todas as espécies vegetais existentes na Ribeira de Odeleite assim como ficaram mais elucidados acerca dos seres que vivem em águas mais poluídas ou em águas menos poluídas. Esta atividade alargou mais os conhecimentos dos alunos sobre os métodos utilizados para avaliar a qualidade da água das ribeiras, nomeadamente através da observação de macroinvertebrados bentónicos.

Saber mais
ODELEITE – PARAÍSO DE BIODIVERSIDADE
Jun13

ODELEITE – PARAÍSO DE BIODIVERSIDADE

Somos alunas do 10ºAno do Curso de Ciências e Tecnologias e realizámos uma saída de campo no âmbito da disciplina de Biologia e Geologia onde tivemos oportunidade de nos documentar para a realização desta reportagem. Esta reportagem tem como objetivo mostrar a biodiversidade dos nossos ecossistemas, em particular do ecossistema da Ribeira de Odeleite, localizada na Serra do Caldeirão (futura Estação de Biodiversidade do Algarve) e sensibilizar para a importância da sua conservação. Pretendemos ainda mostrar como através de uma técnica simples, observação de macroinvertebrados bentónicos, podemos avaliar a qualidade da água da Ribeira.

Saber mais