Tema JRA: Energia e Clima

E se houvessem barcos do futuro no Tejo?

E se houvessem barcos do futuro no Tejo?

A minha ideia era não usarmos tanto os automóveis e passarmos a usar barcos elétricos para deslocar as pessoas de um lado para o outro no Estuário do Tejo, que é o centro da Área Metropolitana de Lisboa. Isto porque os carros fazem muita poluição e são um grande perigo para os peões e para os ciclistas. É um barco especial, um barco do futuro, porque não deita dióxido de carbono que faz doenças às pessoas e aos animais e é movido por energia solar. A minha ideia é espetacular, porque assim não há tantos perigos e as cidades ficam mais sustentáveis.

Mobilidade sustentável e saúde respiratória

Mobilidade sustentável e saúde respiratória

Terra, um paraíso.
Mas queremos mais.
Mobilidade mais rápida, mais cómoda, mais eficiente.

Queremos mais, mas a que custo?
56% dos portugueses da área metropolitana de lisboa usam o carro como principal transporte.
Imaginemos um poluente, C02, por exemplo, que em excesso na atmosfera agrava o aquecimento global.
Um carro liberta 192 moléculas de Co2, um autocarro liberta 10 e um comboio 3, transportes que levam muito mais pessoas do que um carro. Uma bicicleta e até os nossos pés libertam 0.

Adira à mobilidade sustentável
Pelo ambiente.
Pela atmosfera.
Por todos nós

PORQUE QUERER MENOS É MAIS.

Mobilidade Sustentável

Mobilidade Sustentável

Nesta reportagem pretendo dar a minha opinião sobre a mobilidade sustentável, que é uma forma de nos movermos que respeita o planeta, e seus exemplos, como transportes públicos ecológicos que ajudam a reduzir o número de veículos que circulam, e o número de emissões de CO2. O porquê de algumas ditas soluções, como os veículos elétricos, não serem melhores como parecem e que na maior parte das vezes, a melhor solução é a mais simples, como andar de bicicleta ou até mesmo a pé.

Missão: mobilidade saudável

Missão: mobilidade saudável

Nesta reportagem pretendo dar a minha opinião sobre a mobilidade sustentável, que é uma forma de nos movermos que respeita o planeta, e seus exemplos, como transportes públicos ecológicos que ajudam a reduzir o número de veículos que circulam, e o número de emissões de CO2. O porquê de algumas ditas soluções, como os veículos elétricos, não serem melhores como parecem e que na maior parte das vezes, a melhor solução é a mais simples, como andar de bicicleta ou até mesmo a pé.