Tema JRA: Agricultura e Alimentação

Milho transgénico. Será uma mais-valia?

Milho transgénico. Será uma mais-valia?

O milho transgénico é um milho geneticamente modificado (OGM), ou seja, recebeu informação genética de um ou mais seres que não se cruzariam de forma natural, e o seu objetivo é obter características novas ou melhoradas em relação ao ser vivo original.
No caso de Portugal o único milho autorizado para cultivo é o Yeldgard, é um milho preparado para controlar e ser tolerante ao ataque de algumas pragas, nomeadamente a broca.
As variedades YieldGard são capazes de produzir em pequenas quantidades uma proteína Bt (designam-se assim porque procedem do Bacillus thuringiensis, uma bactéria natural que habita no solo), muito eficaz contra a broca mas inócua para o homem, o gado, a restante fauna e flora, e os inimigos naturais das pragas.

Técnicas agrícolas na B-Fruit

Técnicas agrícolas na B-Fruit

No âmbito da disciplina de Biologia, foi-nos solicitada a realização de uma entrevista à empresa B-Fruit. A B-Fruit foi fundada em 2013 por produtores de pequenos frutos e Kiwi, com o intuito de se tornar uma organização que auxilie os produtores de mirtilo, framboesa, amora, groselha, morango e kiwi durante as fases de produção e comercialização a preços competitivos. Para a realização deste trabalho, o nosso grupo contactou inicialmente com a empresa e explicou-lhe os objetivos da visita de estudo. De seguida, dirigimo-nos à B-Fruit, que se localiza em Moreira de Cónegos, e entrevistamos o técnico engenheiro Hugo Botelho.

Insetos são recurso para o tratamento de resíduos orgânicos e produção de composto

Insetos são recurso para o tratamento de resíduos orgânicos e produção de composto

A prática agrícola tem um enorme impacto sobre o ambiente, principalmente sobre os solos, a vegetação e a qualidade das águas, afetando diretamente a saúde humana. Com a evolução da agricultura e com o aumento da população mundial, a fertilização química tornou-se um dos métodos com maior sucesso, mas a sua utilização excessiva acarreta vários problemas. Com o intuito de minorar as consequências prejudiciais associadas ao uso constante de fertilizantes químicos, têm sido investigadas soluções alternativas aos mesmos, por exemplo, os fertilizantes orgânicos ou biofertilizantes, produzidos com recurso a insetos e larvas de insetos.

Resíduos e subprodutos da atividade vitivinícola

Resíduos e subprodutos da atividade vitivinícola

O setor vitícola reveste-se de particular importância no contexto económico e ambiental, tanto a nível nacional como internacional. De acordo com informação veiculada pelo Instituto da Vinha e do Vinho, no último ano foram produzidos mais de 726 milhões de litros de vinho. Os últimos registos de consumo, referentes a 2020, dão conta de que em Portugal, cada individuo com mais de 15 anos consumiu, em média, 51,9 litros de vinho.
Os resíduos e subprodutos decorrentes da atividade vitivinícola devem ser integrados no processo de gestão de resíduos e ser objeto de tratamento e/ou valorização de forma a minorar impactos ambientais.