Tema JRA: Agricultura e Alimentação

Sobrepopulação humana: fator multiplicador dos problemas da atualidade

Sobrepopulação humana: fator multiplicador dos problemas da atualidade

Os estudantes de Saúde Ambiental da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL-IPL) e Jovens Repórteres para o Ambiente, Beatriz Andrade, Joana Neves e Matilde Parente, estiveram à conversa com João Abegão, licenciado em Saúde Ambiental e mestre em Ecologia e Ambiente. Em 2019 participou na COP25, em Madrid, e atualmente é doutorando em Alterações Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável. É autor do “Overpopulation Atlas” e está a desenvolver a sua tese sobre o tema do colapso da civilização.

O impacto dos OGMs no desenvolvimento sustentável

O impacto dos OGMs no desenvolvimento sustentável

Os alimentos geneticamente modificados visam aumentar a variabilidade e qualidade dos produtos, e a resistência às pragas e herbicidas.
A segurança alimentar dos mesmos foi estudada e debatida, no entanto, não existe consenso na comunidade científica sobre os riscos da sua ingestão para a saúde humana.
A produção de Organismos Geneticamente Modificados (OGMs) conduz a efeitos adversos e favoráveis para a sustentabilidade ambiental, como a perda da biodiversidade, a diminuição das emissões e o aumento da fixação de carbono no solo. Atualmente, os produtos OGMs não são uma solução a longo prazo para o desenvolvimento sustentável.

As hortas urbanas combatem os efeitos da pandemia

As hortas urbanas combatem os efeitos da pandemia

Com o surgimento da pandemia, a população, com as restrições impostas pelo estado, viu-se obrigada a arranjar algumas distrações. As hortas urbanas nas cidades, para além de serem um contributo para um futuro ambiente mais limpo, são também uma ocupação bastante acessível.