O impacto dos OGMs no desenvolvimento sustentável

Os alimentos geneticamente modificados visam aumentar a variabilidade e qualidade dos produtos, e a resistência às pragas e herbicidas.
A segurança alimentar dos mesmos foi estudada e debatida, no entanto, não existe consenso na comunidade científica sobre os riscos da sua ingestão para a saúde humana.

A produção de Organismos Geneticamente Modificados (OGMs) conduz a efeitos adversos e favoráveis para a sustentabilidade ambiental, como a perda da biodiversidade, a diminuição das emissões e o aumento da fixação de carbono no solo. Atualmente, os produtos OGMs não são uma solução a longo prazo para o desenvolvimento sustentável.

Helena Gonçalves, Jailsa Sanca, Sandra de Oliveira, Sara Murteira