Assoreamento da foz do rio Cávado

Nos últimos anos, Esposende tem sido alvo de um problema ambiental que tem consequências tanto a nível social como a nível económico, o assoreamento da foz do rio Cávado.


O assoreamento da foz do rio Cávado é um problema que tem sido discutido já há várias décadas, mas ultimamente tem trazido preocupações maiores para a sociedade esposendense devido à sua crescente gravidade.

Numa tentativa de resolver esta situação, há alguns anos foram colocados “geocilindros” na restinga, sacos de areia que tinham como objetivo dificultar a destruição da mesma. Porém, só vieram piorar, uma vez que estes acabaram por rebentar e a areia que continham foi-se acumular na barra.

Os pescadores estão agora impossibilitados de sair para o mar, mesmo em maré alta, pondo em causa as suas vidas e a economia de muitas famílias que dependem da atividade piscatória.

13 / 03 / 2018

 

Alunos envolvidos no projeto: João Lima, nº14, 9ºA (EB António Rodrigues Sampaio)

Escola: E.B. António Rodrigues Sampaio

Data: 13.03.2018

Partilha esta reportagem em