As obreiras da Vida – abelha – Apis mellífera

As abelhas são indispensáveis para a manutenção da vida na Terra. Cerca de 80% das plantas dependem da sua ação como polinizadores para se reproduzirem. Dos alimentos que consumimos aproximadamente dois terços são produzidos com a ajuda das abelhas. Atualmente assiste-se a uma diminuição das populações de abelhas que habitam em várias regiões do planeta. A mudança climática, a intensificação da agricultura e as mudanças constantes do uso das terras agrícolas são as principais ameaças à espécie. Outras razões incluem a poluição agrícola e perda de habitat devido ao desenvolvimento urbano e ainda a introdução de espécies invasoras, como as vespas asiáticas, que destroem por completo colmeias inteiras. Acresce-se a multiplicação de doenças fatais que obrigam os apicultores a queimar toda a colmeia, como forma de evitar o contágio.


Fotografia registada no Parque Urbano da Cidade de Ovar

Pela importância que as abelhas assumem para a continuidade da vida na Terra é indispensável proteger as espécies e os habitats de abelhas, restaurar ecossistemas degradados, usar práticas agrícolas amigas da biodiversidade e promover a plantação de espécies da flora autóctone em parques e jardins – procedimentos indispensáveis para reverter as tendências de declíneo das populações de abelhas. O parque urbano da cidade de Ovar é um bom exemplo desta última prática, onde se podem observar estes polinizadores na sua tarefa constante de assegurar a continuidade da vida dessas espécies.

Einstein dizia “se as abelhas desaparecerem da face da Terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência. Sem abelhas não há polinização, não há reprodução da flora, sem flora não há animais, sem animais, não haverá raça humana.”

 

Alunos envolvidos no projeto: Luana Soares

Escola: Escola S/3 de Júlio Dinis de Ovar

Data: 16.06.2019

Partilha esta reportagem em