VISITA À LIPOR – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto

A LIPOR é uma empresa que gere os resíduos de 8 município do Grande Porto e, no dia 24 de janeiro de 2019 recebeu a visita de alunos da E.B. 2,3 de Paço de Sousa, no âmbito do concurso nacional escolas “Da Terra para o Mar, um mergulho na conservação”.


No dia 24 de janeiro, os alunos do 9º D da E.B. 2,3 de Paço de Sousa, acompanhados pelas docentes Rosa Lourenço, Isabel Peixoto e Dolores Cancela, visitaram a Lipor, localizada em Ermesinde, no âmbito do concurso nacional escolas “Da Terra para o Mar, um mergulho na conservação”.

Os alunos do 9º D e as docentes acompanhantes visitaram o circuito da Reciclagem Multimaterial da Lipor, que é uma empresa que recebe os resíduos de oito municípios e os separa, sendo estes posteriormente enviados para as respetivas empresas de reciclagem.

Estando esta temática enquadrada na Estratégia Nacional de Educação Ambiental (ENEA 2020), na Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania (ENEC) e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 4 e 14 das Nações Unidas, os objetivos da visita de estudo passaram principalmente por provocar a sensibilização do grupo através de um trabalho que originasse impacto e consequentemente reflexão sobre a gestão, valorização e tratamento dos resíduos Urbanos que produzimos; incentivar a adoção de comportamentos que contribuam para a sustentabilidade do Planeta através da mudança de comportamentos; promover valores de responsabilidade ambiental e valorizar a escola como espaço de educação para a cidadania.

Na Lipor, os alunos aprenderam como separar corretamente os resíduos e as diferentes formas da sua reutilização. Aprenderam ainda a importância da separação dos resíduos e da reciclagem para o meio ambiente e para as gerações futuras. Outro dos conhecimentos adquiridos pelos alunos foi a identificação dos vários tipos de plástico – PET, PEAD, ECAL, plásticos mistos e plásticos film, que são enviados para diversos tipos de empresas de tratamento de plástico, pois são utilizados para diferentes reutilizações.

Após a palestra, o engenheiro Fernando Maia mostrou aos alunos as instalações da Lipor e as condições dos trabalhadores. Explicou também que os novos funcionários, antes de iniciarem o seu trabalho, têm três semanas de formação e que todos os trabalhadores têm fisioterapia devido aos movimentos repetitivos que fazem, no seu trabalho ao longo do dia. Desta forma, foi visualizado e explicado o caminho que os resíduos seguem, desde que são depositados nas respetivas infraestruturas até à sua passagem pelas unidades operacionais da Lipor.

No final da visita, os vinte e cinco alunos continuando a manifestar grande interesse, foram ver a escultura “Carvalho”, produzida por Bordalo II. Esta obra artística assume como matéria-prima os resíduos, na perspetiva “resíduo como recurso” e representa a sustentabilidade ambiental.

Esta saída facilitou o debate de ideias e a tomada de decisões no desenvolvimento do projeto a concurso, o qual integra trabalhos de ordem interdisciplinar que se incorporem na Estratégia de Educação para a Cidadania do Agrupamento de Escolas de Paço de Sousa. <

 

Alunos envolvidos no projeto: Alunos da turma 9ºD da EB 2,3 de Paço de Sousa

Escola: Agrupamento de Escolas de Paço de Sousa

Data: 21.02.2019

Partilha esta reportagem em