Recursos Energéticos em Portugal: balanço produção/consumo e fontes de energia

Neste artigo referimos o facto de em março 2018, pela primeira vez, Portugal ter produzido mais energia do que aquela que foi consumida em Portugal continental e a origem da energia que chega as nossas casas.


A produção de eletricidade renovável no mês de março 2018 ultrapassou, pela primeira vez, o consumo de Portugal continental. Este foi um facto “inédito” e considerado um marco histórico, pela Associação Portuguesa de Energias Renováveis e pela associação ambientalista Zero.

Dados da REN – Redes Energéticas Nacionais indicam que a eletricidade de origem renovável produzida nesse mês foi de 4.812 Gigawatt hora (GHz), ultrapassando o consumo de Portugal Continental, que foi de 4.647 GHz.

“Estes dados, além de assinalarem um marco histórico do sector elétrico português, demonstram a viabilidade técnica, a segurança e a fiabilidade do sistema elétrico nacional, com muita eletricidade renovável”, referiram as duas associações num comunicado divulgado nesta segunda-feira.

Nesse mês de março, a representatividade das renováveis foi de 103,6% do consumo elétrico, o que é “inédito nos últimos 40 anos”. O anterior máximo registado tinha ocorrido em Fevereiro de 2014 com uma representatividade de 99,2%.

Nas aulas tivemos oportunidade de estudar a problemática dos recursos energéticos e dos seus impactos. Fizemos trabalhos, analisamos e debatemos soluções.

Uma das coisas que fizemos foi analisar as fontes de energia a partir das quais é produzida a energia que chega a nossas casas. Cada um analisou a sua e, para debate em turma usamos a figura anexa, com dados de 2020.

Percebemos que a maior parte da energia que chega a nossas casas provém de energias renováveis, que são limpas e inesgotáveis.

Na minha opinião estes dois dados sobre os recursos energéticos agora descritos são muito promissores no que diz respeito ao consumo energético e sua relação com o desenvolvimento sustentável do país.

 

Alunos envolvidos no projeto: Maria Barbosa

Escola: Agrupamento de Escolas de Paço de Sousa

Data: 18.06.2020

Partilha esta reportagem em