Quercus e Rock in Rio num abraço pelo futuro

Numa entrevista à Quercus, parceira ambiental do Rock in Rio (RIR), João Branco fala do projeto Amazonia Live, que visa plantar 1 milhão de árvores na área dos índios do Xingú, sendo que "foi uma iniciativa do RIR que aceitamos com todo o agrado".


Entrevistado pela Quercus, um dos parceiros do Rock in Rio (RIR), João Branco fala do projeto Amazonia Live, que visa plantar 1 milhão de árvores na área dos índios do Xingú. “Foi uma iniciativa do RIR que aceitamos com todo o agrado”, disse.

O que é o Amazonia Live?

joao

João Branco. Quercus

Trata-se de um projeto com o objetivo de reflorestar a floresta amazónica, mais precisamente a área dos índios do Xingú. Para a plantação das árvores, é utilizada a técnica da muvuca que consiste na mistura de diversos tipos de sementes com terra. Segundo João Branco, da Quercus, “as sementes são compradas aos índios do Xingú pelo preço de 60 cêntimos”.

Um estudo sobre o rio Xingú, revela que a desflorestação nas margens dos seus afluentes (cerca de 20 mil) torna o solo arenoso. Tal significa que o rio arrasta os sedimentos arenosos tornando as águas menos puras, com graves consequências para as comunidades afetadas.

Através desta ação do Amazonia Live, não é só este projeto que está a receber benefícios, mas também a população do Xingú, o próprio RIR e as empresas colaboradoras desta causa. Desta aliança, especula-se que todos possam sair beneficiados, tanto a nível monetário, como social e ambiental.

Projetos futuros

Projeto Amazónia Live

 A Quercus está atualmente a estudar a plantação de árvores noutras propriedades. A cooperação do Estado é encarada como fundamental para  assegurar o crescimento e proteção destes territórios. Também estão em curso outros projetos relacionados não só com poluição atmosférica, mas também com poluição marítima. “A poluição está de tal forma evoluída nos mares que já foram encontrados casos em que alguns peixes tinham as células comprometidas com microplásticos”, disse João Branco.

Através do estabelecimento de parcerias entre organizações de Portugal e do Brasil na área do ambiente, o RIR tendo vindo a conseguir colocar em prática os seus objetivos de sustentabilidade.

Resta apenas aguardar para que no futuro estes projetos surtam os efeitos esperados e não se limitem a um fim unicamente comercial.

 

Alunos envolvidos no projeto: Joshua Santos; Lisa Figueiras; Catarina Neto

Data: 21.05.2016

Partilha esta reportagem em