Os dejetos dos cães nas ruas de Casal de Cambra

Os habitantes de Casal de Cambra, que passeiam os cães, não apanham os dejetos dos mesmos, contribuindo para a poluíção de ruas e espaços verdes.


Estrada em casal de cambra

Atualmente podemos observar que muitos dos residentes de Casal de Cambra deixam os dejetos dos seus animais nas ruas de Casal de Cambra, contribuindo para a que as mesmas permaneçam poluídas. O mesmo acontece com os espaços verdes, que deveriam ser de lazer.

Segundo o artigo 28º do Regulamento dos Animais do Município de Sintra, os detentores dos animais são obrigados a recolher as fezes produzidas por estes, devendo, para o efeito, utilizar entre outros meios um saco de plástico. O que, em Casal de Cambra, é algo que não acontece. Observamos as ruas sebentas e a despreocupação por parte dos donos dos cães. Concluímos também que existem poucos pontos de recolha de resíduos libertados pelos cães. Muitas pessoas chegaram ao ponto de deixarem as suas rotinas saudáveis, como passear ao ar livre, devido ao estado em que se encontram as ruas.

Todos esses dejetos encontrados nos passeios são prejudiciais a nível ambiental, para todos os peões e até para a própria Câmara Municipal.

É desagradável quando estamos a caminhar e pisamos os dejetos dos animais domésticos. Deste modo, apelamos a todos os habitantes de Casal de Cambra, que passeiam os seus cães,  que apanhem as fezes dos seus mesmo. Desta forma,  estarão a colaborar para o bem da comunidade.

 

Alunos envolvidos no projeto: Marta Oliveira nº18, Matilde Roque nº19, Rafael Laria nº21, Marco Lria nº 17 e Guilherme Santos nº12 do 8ºC

Escola: Escola Básica 2,3 Professor Agostinho da Silva

Data: 26.03.2018

Partilha esta reportagem em