Estão abertas as portas da Academia da Energia

Agosto chega ao fim, e Setembro é sinónimo para grande parte dos portugueses de regresso ao trabalho…mas também sinónimo de regresso das semanas da Fórum Estudante. Desta feita, a equipa e 50 leitores da Fórum deslocam-se de armas e bagagens para Castelo Branco.


Academia da Energia. Assim se chama a mais recente semana organizada pela Fórum Estudante, revista há muito presente no quotidiano dos jovens portugueses. Tendo como tema central a Energia e conceitos como o de “Eficiência Energética”, é a primeira vez que esta semana é levada a cabo, numa parceria entre a Fórum Estudante, a ADENE- Agência para a Energia, e o Instituto Politécnico de Castelo Branco.

O primeiro dia da Academia da Energia teve direito a passagem por alguns dos locais mais emblemáticos da cidade de Castelo Branco. O CCCB ( Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco), onde está por estes dias em exposição a Ilustrarte, Bienal Internacional de Ilustração para a Infância.

Rita Borges, 17 anos, é de Paço de Arcos e as semanas da Fórum para ela já não são novidade. É a 8ª semana promovida pela Fórum Estudante de que faz parte, e o cenário de aborrecimento é colocado de parte pela própria: “Todos os jovens no Verão, por mais planos que façam, têm sempre um problema entre mãos: como ocupar o tempo de forma útil. Semanas como esta são a solução perfeita. É não só uma maneira de sair de casa, como também é a oportunidade perfeita para aprender coisas novas e reencontrar caras de outras semanas, que por serem de outros pontos do país não vejo com tanta regularidade como gostaria”. Carla Fontes, amiga de Rita, destaca a vertente lúdica da semana: “Como aluna do curso de Humanidades, a Geografia é uma das disciplinas centrais do curso, e esta semana permite não só aliar toda a parte social a uma parte de aprendizagem muito grande… por exemplo, a questão das energias renováveis que não deve ser encarada como uma questão de futuro mas sim como uma parte já muito importante do presente.”

Na sessão de abertura, Nuno Castelo, Vice-Presidente do Instituto Politécnico de Castelo Branco, fez as honras da casa, saudando os 50 jovens que esta semana fazem de Castelo Branco a sua casa. O responsável pela instituição com mais de 30 anos de história destacou ainda a diversidade de áreas e cursos que o Instituto alberga, passando por áreas tão diversas como as Artes ou a Gestão. Também Goreti Santos, a representar a ADENE, destaca esta semana como sendo uma das muitas iniciativas levadas a cabo para a promoção da eficiência energética .No próximo ano letivo a ADENE vai marcar presença em escolas um pouco por todo o país, seja com a peça de teatro “ Stand by me”, que aliando o humor à questão energética promete deixar os mais jovens a pensar; seja com exposições, ou ainda com um concurso que desafia os alunos a tornarem a sua escola num local mais eficiente a nível energético, com prémios que podem chegar aos 5 000 euros.

Mas não só de jovens dos quatro cantos do país se faz a Academia da Energia. Também albicastrenses marcam presença. É o caso de Alícia Luís. Engane-se quem pensa que os jovens deste concelho do interior do país o conhecem ao pormenor. É a própria que o refere: “O facto de estar em “casa” ajuda a que os pais me deixem vir sem tantos problemas. Mas este é um concelho com tantos sítios únicos, paisagens incríveis, aldeias históricas, que mesmo sendo de cá é impossível conhecê-los a todos. Também eu vou ser uma turista dentro do meu concelho.”

O repto é só um: tornar os 50 jovens cidadãos mais conscientes para a questão da eficiência energética. Como elucidar os jovens para a necessidade de haver uma gestão mais racional dos recursos naturais? Como podem a eficiência energética, o uso racional da água ou ainda a mobilidade sustentável tornar-se prioridades na vida dos mais novos? Estas são apenas algumas das muitas questões que vão ser levantadas e discutidas de 3 a 8 de setembro em Castelo Branco.

 

Alunos envolvidos no projeto: Rúben de Matos

Data: 04.09.2018

Partilha esta reportagem em