Contribuição do Rock in Rio no “Empowerment” das mulheres

O projeto “Fadas Madrinhas”, uma parceria entre a AMI, o Rock in Rio e a Dress For Success, decorreu no ano de 2015 e visa a capacitação das mulheres do Bairro da Flamenga no mercado de trabalho a nível social e familiar.  

A construção do Bairro da Flamenga, localizado na freguesia de Marvila, teve início na década de 80 com o objetivo de realojar várias famílias que viviam em condições precárias no antigo Bairro do Relógio.
Em 2004 Lisboa recebeu pela primeira vez o Rock in Rio, um dos maiores eventos mundiais de música e entretenimento, que deu enorme destaque à freguesia de Marvila e ao referido bairro.

Neste bairro, o Centro Porta Amiga Chelas dedica-se a ajudar as pessoas mais carenciadas do bairro em variadíssimos aspetos tais como, distribuição de alimentos, medicação, vestuário, aconselhamento e apoio psicológico. Esta filial da AMI, sendo um dos resposáveis Narciso Borges, tem a função de acompanhar e organizar as várias fases dos projetos que a associação se compromete a executar. Destacamos o projeto “Fadas Madrinhas” que visa a formação de mulheres a nível pessoal e profissional, proporcionando-lhes uma oportunidade de melhorar a sua qualidade de vida.

Projeto capacitação da Mulher
Dress for Success, uma instituição sem fins lucrativos que ajuda mulheres economicamente desfavorecidas a adquirir empregos, providenciando-lhes vestuário e orientação apropriados para que consigam alcançar o sucesso profissional, ofereceu, em parceria com a SIC Esperança, AMI e o Rock in Rio uma formação de reintegração social onde as mulheres do Bairro da Flamenga tiveram oportunidade de se inscrever.  Pela AMI foram sinalizadas 40 mulheres sendo dessas 23 as selecionadas, tendo no total entre outras instituições o projeto envolvido 60 mulheres do Bairro da Flamenga.

As mulheres escolhidas tiveram a oportunidade de sair do ambiente a que estavam acostumadas e libertar o pensamento de que as mulheres são apenas donas de casa, explorando assim novos locais e criando novas rotinas como o horário de trabalho a cumprir, das 9h às 17h.

A formação oferecida consistiu em integrar as mulheres no mundo do trabalho sem qualquer tipo de descriminação, como a idade, qualificações e hábitos de trabalho. Era apenas necessário manifestar vontade de mudar e trabalhar.

Com esta oportunidade estas mulheres puderam ir mais além da vida que levam no Bairro, melhorando a sua vida tanto a nível financeiro, como a nível pessoal e profissional. Das mulheres que receberam formação, algumas conseguiram integrar-se logo no mundo do trabalho e as que não conseguiram receberam posteriormente a oportunidade de trabalhar no Rock in Rio fazendo a manutenção do espaço, pondo assim em prática o que aprenderam na formação e integrando-se no mundo do trabalho.
Com a oportunidade dada a estas mulheres podemos perceber que existe um preocupação com o meio envolvente ao festival, tanto ambiental como humano.

É com muito orgulho que Narciso Borges refere a importância da parceria com o Rock in Rio no que toca à criação e ao financiamento deste projeto.

Narciso Borges refere a importância da parceria com o Rock in Rio no que toca à criação e ao financiamento deste projeto.

De facto, quando se fala em Rock in Rio, a maior parte das ideias que passam pela mente da população são apenas música, diversão e multidões. Contudo, este grande evento não se preocupa somente em dar prazer ao público. Interessa-se também pelo ambiente que rodeia o parque da Bela Vista onde é realizado, nomeadamente os bairros sociais.

 

Alunos envolvidos no projeto: André Ramos, Petra Santos, Joana Silva

Data: 20.05.2016

Partilha esta reportagem em