A vida na Terra engloba um espectro admirável de tamanhos, formas, cores, ciclos de vida e iterações biológicas. Como todos sabemos, partilhamos o planeta com uma enorme diversidade de organismos: cada um deles contribui para aumentar a variedade do mundo em que vivemos.


É uma experiência aliciante iniciar uma viagem exploratória para descobrir as diferentes espécies de organismos e as suas relações ecológicas, responsáveis pelas características produtivas da biosfera.
Contudo todos os sistemas ecológicos têm de ser capazes de se manterem para suportarem a sua diversidade de espécies.
Os animais invertebrados, por exemplo, correspondem à quase totalidade dos animais do nosso planeta. Os animais que nos são mais “familiares”, como mamíferos, peixes, aves, répteis ou anfíbios, correspondem apenas a 4% da totalidade dos animais, contra os esmagadores 96% de invertebrados que habitam o planeta.
O nosso desafio vai passar por descobrir e classificar alguns dos invertebrados residentes no nosso recinto escolar!
Numa próxima fase iremos lançar uma pergunta relacionada com o que queremos investigar, depois vamos formular uma hipótese de estudo, definiremos um desenho experimental e recolheremos amostras para executarmos experiências.
Esperamos obter dados que serão analisados e finalmente iremos, talvez, tirar conclusões.
O que será que vamos descobrir? O que esconderá o solo dos nossos canteiros?
Será que nos vamos tornar Jovens Cientistas?

 

Alunos envolvidos no projeto: Catarina Almeida; Inês Silva; José Nunes e Sara Santos.

Escola: Agrupamento de Escolas de Esgueira

Data: 27.11.2017

Partilha esta reportagem em