Apesar do sucesso, no Vale da Rosa nem tudo é um “mar de rosas”

A construção da barragem de Alqueva contribuiu para o desenvolvimento económico da região. Exemplo disso é a Herdade do Vale da Rosa que, devido à existência deste reservatório, consegue agora obter água para as suas plantações mesmo durante as épocas de seca.

Herdade do Vale da Rosa em Ferreira do Alentejo

Herdade do Vale da Rosa em Ferreira do Alentejo

Graças à utilização da água do Alqueva a Herdade do Vale da Rosa situada em Ferreira do Alentejo conseguiu aumentar a sua produção transformando-se no principal produtor nacional de uva de mesa.

São cultivadas na herdade sete espécies de uvas sem grainha (Crimson,  Sugraone, entre outras) e seis com grainha (Melissa, Midnight, entre outras). Algumas delas são espécies temporãs ou amadurecem mais cedo devido à cobertura plástica, sendo a colocação permatura no mercado um dos principais fatores de sucesso desta empresa.

Rita Parrinha, gestora de marketing de Vale da Rosa, refere que apesar da empresa se preocupar com o bem-estar dos trabalhadores e de oferecer boas condições nomeadamente a nível de transporte isso não é suficiente para conseguirem recrutar a mão-de-obra a nível local. No entanto são os maiores empregadores da região.

Com o aumento da produtividade, a herdade viu-se obrigada a contratar mais funcionários, principalmente na época de campanha quando são necessárias 800 pessoas, sendo insuficiente a disponibilidade da mão-de-obra local pelo que se torna necessário contratar pessoas de outros países.

Vinhas do Vale da Rosa: elevadas na vertical e com cobertura plástica

Vinhas do Vale da Rosa: elevadas na vertical e com cobertura plástica

Por outro lado, há quem afirme que um dos principais motivos da contratação dos funcionários estrangeiros provenientes principalmente do Nepal, Tailândia e outros países asiáticos, é o facto de a mão-de-obra ser mais barata e ter mais flexibilidade de horários.

Relativamente às questões de sustentabilidade ambiental existe alguma preocupação no que se refere por exemplo à reciclagem dos plásticos utilizados na cobertura no cuidado em fertilizar o solo, na utilização de técnicas de combate a algumas pragas sem recurso a químicos e ainda na utilização do sistema de rega gota-a-gota.

No entanto e apesar dos responsáveis afirmarem que tanto a produção como o cruzamento de diferentes castas são 100% naturais é indiscutível que o sistema de agricultura intensiva, utilizado pelo Vale da Rosa, e o recurso aos pesticidas tem impactos ambientais que não devem ser ignorados, razão pela qual a empresa tem procurado introduzir gradualmente algumas técnicas utilizadas em produção em modo biológico como por exemplo o recurso aos difusores sexuais para combater a traça da uva.

Apesar de algumas questões sociais e ambientais que podem ser encontradas, a Quinta da Rosa é inquestionavelmente um caso de sucesso nacional no setor de produção de uva de mesa (em especial sem grainha), apresentando-se igualmente como um bom exemplo dos benefícios do plano de rega que integram o projeto Alqueva.

 

Alunos envolvidos no projeto: Ana Cruz Rosa; Cláudia Costa; Susana Almeida Santa Rita

Data: 10.04.2016

Partilha esta reportagem em