Acácia Australiana uma espécie invasora em Portugal

Na verdade, deve-se salientar que nem todas as plantas exóticas, são invasoras, mas em Portugal existe uma pequena parte de espécies que se reconhecem como tal. Estas são identificadas como invasoras devido à sua facilidade de reprodução, crescimento, desenvolvimento e capacidade física de ocupação de espaço.


Acácia Autraliana, Mimosa.

Acácia Australiana, também reconhecida como Mimosa é um dos exemplos mais comuns. Neste momento a Mimosa é preocupação quer pela população no geral, municípios quer pelas associações/organizações que se dedicam à proteção da natureza, recursos e o ambiente no envolvente. Acácia é de porte médio atingindo entre os 8 a 15 metros de altitude. Esta espécie como o seu próprio nome indica provém da Austrália, foi portada para o nosso país no Estado Novo. Reproduz-se de forma positiva, eficaz e rápida nos nossos solos, pois está habituada a climas húmidos e semi-húmidos e tem necessidade de algumas horas de sol, sendo a assim o nosso país oferece-lhe um clima favorável para a sua reprodução.

A sua propagação é de modo fácil, visto que a mimosa produz elevadas proporções de sementes que germinam com facilidade, estabelecendo outro processo de reprodução, através dos rebentos nas raízes.

É considera invasora a partir do momento que Portugal sofre grande número de fogos nos meses mais quentes, o fogo a esta espécie proporciona-lhe uma forte ajuda no seu crescimento, ocupa as áreas ardidas e destruídas pelo fogo.

Não é de fácil eliminação pois ela é resistente ao corte e ao fogo. A forma mais eficaz, que hoje em dia se oferece para a diminuição desta espécie é o corte profundo no seu caule sem que a árvore caia, deixando que ela seque de forma natural.

Contudo devemos proteger-nos e proteger, pois o excesso desta espécie é propicio ao aparecimento de alergias e doenças respiratórias.

 

Alunos envolvidos no projeto: Catarina Lameiras

Data: 21.03.2018

Partilha esta reportagem em