A extinção do órix-de-cimitarra

O Jardim Zoológico de Lisboa está a desenvolver um projeto para reintroduzir uma espécie extinta na natureza, o órix-de-cimitarra


Instalações do órix-de-cimitarra no Jardim Zoológico de Lisboa

O órix-de-cimitarra é um mamífero já extinto na natureza mas que ainda pode ser visitado em alguns Zoo’s e parques. Este animal tem de comprimento 1,75m, de altura 1,25 e um peso que varia entre 180 e 200kg. Ambos os sexos possuem longos cornos curvados para trás que podem medir até 1,20m. Possuem cascos largos, falsos e proeminentes que lhes facilitam a caminhada no deserto, o seu habitat de origem. Esta é uma espécie ruminante que se alimenta principalmente de herbáceas e que consegue suportar longos períodos sem consumir água. São animais sociais que vivem em manadas e apresentam uma hierarquia linear, estabelecida por um macho dominante.

As principais causas de extinção deste animal são a caça, a perda de habitat, causada essencialmente pelas alterações climáticas e a construção humana, e a competição com o gado doméstico. Há cerca de 15 anos que o Jardim Zoológico de Lisboa está a trabalhar num processo reintrodução desta espécie na natureza mas apenas o conseguirão fazer quando tiverem uma população geneticamente mais sustentável e condições ambientais propícias.

 

 

 

 

Alunos envolvidos no projeto: Andreia Coelho; Rita Reis; Beatriz Jesus; Bruno de Sousa; Afonso Abreu

Data: 15.03.2019

Partilha esta reportagem em