International Collaboration | colaboração nacional
Informação Geral

Esta categoria criada pela FEE a nível internacional, encontra-se aberta a indivíduos ou grupos de estudantes através da sua escola, faculdade, ou grupo de jovens, em países que desenvolvem o programa JRA/YRE e que decidem colaborar e trocar informações com estudantes de outros países.
Após acordo sobre um tema ou enfoque comum, trocam ideias e informações e ideias e chegam a acordo sobre a produção conjunta de um Artigo, uma Fotorreportagem (3-5 fotos) ou um Vídeo, que serão enviados para o Concurso Internacional como um esforço conjunto. Os trabalhos finais deverão representar ambos/todos os países parceiros.

Poluição, Perda de Biodiversidade e Alterações Climáticas são os tópicos recomendados para a Colaboração Internacional deste ano. No entanto, podem ser trabalhados qualquer um dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.
Sustainable Cities and Communities (Goal 11), Responsible Consumption and Production (Goal 12) and Climate Action (Goal 13) são os objetivos em que se pretende maior enfoque.
É recomendável aprender sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e conhecer o conteúdo e metas de cada objetivo (Agenda 2030) através do site: http://www.un.org/sustainabledevelopment/. 
A plataforma educacional, www.thegoals.org é uma ótima plataforma para os alunos aprenderem acerca dos ODS. Disponibiliza cursos formativos para cada objetivo que recomendamos, antes de criar uma candidatura para a Concurso Internacional.

 

Colaboração Nacional

Este ano abrimos pela primeira vez a possibilidade de colaboração entre escolas portuguesas de várias regiões do país. Caso exista interesse preencha a informação abaixo. Se se justificar será criado um prémio especial no Concurso JRA Nacional para esta categoria cujas regras de conteúdo, forma e modalidades são as mesmas do regulamento internacional para colaboração na rede YRE.

Participação
Como encontrar um parceiro para colaborar?

Escolas ou freelancers interessados na colaboração internacional ou nacional deverão preencher o formulário disponível neste LINK >>>>>
ATÉ 30 DE NOVEMBRO!
A ABAE informa a rede internacional da vossa intenção em colaborar com outra escola de outro país.
Caso manifestem interesse na colaboração nacional serão postos em contacto com outras escolas /freelancers igualmente interessadas.

Como participar no  International Competition

A candidatura deverá estar no formato de Artigo, Fotorreportagem (3–5 fotos), ou Vídeo, e consistir num trabalho de colaboração entre dois ou mais países. 

Categorias e Escalões de idade

Os alunos devem participar através da escola ou universidade que integram sendo que a International Collaboration está aberta aos diferentes escalões:

  • 11 aos 14 anos
  • 15 aos 18 anos
  • 19 aos 25 anos

NOTA: É a idade do participante no dia em que submete a sua inscrição para o concurso internacional, que deverá ser concedida e definir a categoria de idade em que o mesmo se insere. Como este Projeto se destina a um grupo de estudantes, solicitamos que o grupo de trabalho determine a sua categoria de idade consoante a idade do membro mais velho.

Calendário
  • Os participantes podem juntar-se ao JRA em qualquer altura do ano, contudo, as candidaturas para a Competição Internacional devem ser traduzidas para Inglês (se aplicável) e ser recebidas até 30 de abril de 2020;
  • As candidaturas apenas podem ser inseridas uma vez e numa única categoria de idade;
  • Submissões tardias de candidaturas para a Competição Internacional não serão aceites;
  • O Júri internacional irá reunir-se em maio. Os resultados são anunciados, o mais tardar, no dia mundial do Ambiente, dia 5 de junho.
Regulamento
Critérios Específicos | Artigo
  • As submissões escritas não devem exceder as 1 000 palavras (depois da tradução) em comprimento e devem incluir, pelo menos, ilustrações e fotografias. A fonte de todas as ilustrações não originais devem ser cedidas;
  • Um artigo deve fazer-se acompanhar de um título, que não contenha mais de 140;
  • Os artigos devem ser enviados digitalmente no formato Microsoft Word ou .pdf, acompanhadas de imagens que deverão seguir as directrizes fotográficas abaixo;
  • As fotografias originais devem ser enviadas separadamente;
  • Um máximo de três imagens, incluindo infográficos, são permitidos com legendas até 20 palavras cada.
Critérios Específicos | Fotorreportagem
  • Uma fotorreportagem a consistir num máximo de 3-5 fotos deverá ser submetida;
  • A fotografia deverá fazer-se acompanhar por um título de não mais de 140 caracteres;
  • É obrigatório que a Fotorreportagem inclua uma breve descrição, de não mais de 100 palavras introdutórias, para explicar o vínculo com a sustentabilidade ambiental e/ou uma solução para o problema e uma curta legenda por baixo da fotografia com 20 palavras no máximo. O texto anexado deverá fazer sentido com o que a história é em relação à fotografia submetida. O texto deverá fornecer o contexto, a foto deverá contar a história;
  • As fotografias deverão ser submetidas digitalmente no formato .jpg ou .png com uma resolução preferível, não menor que 150-300 dpi.
Critérios específicos | Vídeorreportagem
  • Os Vídeos devem ter no máximo 3 minutos. Se os criadores quiserem incluir passagem de créditos, este será incluído nos 3 minutos. O video poderá ser realizado no estilo de uma reportagem ou como um anúncio de serviço público (ASP);
  • O Vídeo deverá fazer-se acompanhar por um título de não mais de 140 caracteres;
  • O formato deverá ser compatível com os formatos de arquivo de YouTube suportados;
  • A música de fundo é apenas recomendada para o tipo de vídeo Campanha.

Os envios deverão ser acompanhados de evidências de divulgação para um público-alvo (onde foi publicado, exibido, transmitido). Os links para os canais de media devem ser enviados abaixo da entrada Exposição para referência.

As submissões deverão incluir:
  1. O nome do(s) autor(es)
  2. A(s) sua(s) idade(s) no dia de submissão para o Concurso Internacional
  3. O nome da escola ou grupo registado
  4. O país de residência e registo, os quais podem diferenciar
  5. As submissões devem também:
    • Ter o comprimento, tamanho, formato, etc, correto. Ver as guidelines específicas para Artigos, Fotografias e Videos.
    • Ser enviado em inglês escrito ou falado, ou possuir legendas em inglês, no caso de um Video.
    • Estar focado num problema local pertinente (real e atual).
    • Concentrar em possíveis soluções ou apresentar soluções existentes possíveis, utilizando o conhecimento de diferentes stakeholders locais ou especialistas para as submissões de Artigos e Vídeos.
    • Ser disseminado ao público local através de, pelo menos, três diferentes pontos de venda. As evidências (links ou fotos) têm de ser submetidas abaixo da entrada Em Exposição para referência.
    • Ter acreditação e permissão para o uso de imagens e músicas que não são originais e que são usadas no Artigo e no Vídeo.
    • Incluir informação acerca dos ODSs escolhidos, com uma explicação acerca do modo como a submissão em questão, aborda a relação entre o tópico e o(s) objetivos(s) selecionado(s).

O não atendimento aos critérios de aceitação do Concurso Internacional, resulta em desqualificação.

Júri e Critérios

O júri pode atribuir uma pontuação de 0 a 5 baseada na qualidade de submissão dos trabalhos, atendendo aos cinco critérios listados abaixo. Os pontos são:  5, Excelente; 4, Muito Bom; 3, Bom; 2, Razoável; 1, Qualificado; e se não qualificado, 0 pontos. Os participantes são incentivados a cumprir o maior número de critérios adicionais para melhorar o seu trabalho e a sua probabilidade de ganhar. Não é, contudo, obrigatório cumprir estes critérios.

Os membros do Júri internacional avaliam as candidaturas na página YRE Competition Exposure. Como tal, é importante que os Operadores Nacionais garantam que as candidaturas estejam bem apresentadas nesta página.

  • Composição ex. forma, estrutura e qualidade
    • A submissão deve ser bem estruturada e, no caso de Artigos e Vídeos, atender aos critérios jornalísticos básicos de Quem, o Quê, Onde, Por Quê e Como;
    • O Artigo ou o Vídeo necessita de ter um princípio, meio e fim;
    • No caso de Fotografias e Vídeos a foto/vídeo deverá estar bem realizada técnica e artisticamente. Candidaturas bem-sucedidas são bem compostas, de alta qualidade e impactantes.
  • Relatos justos, equilibrados e objetivos
    • A submissão (do Artigo ou da Videorreportagem) deverá ser equilibrada, justa em termos de representação de diferentes lados de uma discussão e anterior à oferta de uma potencial de solução;
    • As citações utilizadas devem ser de fontes reais e de confiança;
    • Os relatórios científicos ou estatísticos devem ser precisos e apoiados por fontes/notas de rodapé;
    • A fotografia ou vídeo é uma representação justa da realidade e o assunto ou objeto das mesmas, não deverá ser manipulado. Alterações editoriais em fotos ou vídeos (incluíndo cores, contraste, definição, sombras, destaques, cortes, nivelamentos, etc) são permitidas, desde que, esas alterações NÃO alterem a realidade do objeto ou da foto /video.
  • Informativo e bem pesquisado
    • A submissão deverá cobrir implicações históricas, económicas, sociais e/ou políticas relevantes e possíveis consequências;
    • Terá de fazer uma ligação com o quadro global mais amplo;
    • A solução apresentada deverá estar bem explicada, fundamentada e devidamente justificada;
    • O uso de ilustrações, figuras, parágrafos de suporte, legendas, etc., deverá ser bem ponderado.
  • Originalidade, estilo e independência
    • O trabalho é original no seu propósito ou estilo, isto é, o participante escolheu um tópico desafiador ou criou uma peça inovadora;
    • Os participantes são motivados a deixar o recinto da escola, isto é, a envolverem-se no seu trabalho de campo e entrevistar pessoalmente cada indivíduo e por telefone, não apenas a usar ou citar fontes on-line.
  • Disseminação
    • Divulgação através de, no mínimo, três meios de comunicação/eventos, incluindo canais internos da escola;
    • Os participantes precisam de declarar a divulgação (meio de comunicação, etc.) que foi realizada. (As evidências para os canais de media deverão ser enviadas abaixo da entrada Exposição para referência).

Em adição:

O Júri tem a liberdade de não premiar, no caso de existirem poucas inscrições, ou para conceder mais do que um prémio, no caso de inscrições excepcionais numa ou mais categorias de idade. O Júri também destacará os aspetos jornalísticos e ambientais das submissões, com base nas suas experiências profissionais. Os trabalhos serão pontuados de -2 a +2 pontos.

Dicas
Artigos para International Collaboration
  1. Deve ser estipulado um orientador em qualquer um dos países para que possa rever o trabalho, avaliar e ajudar com a pesquisa/escrita/edição de forma a que o artigo seja bem realizado;
  2. O primeiro paragrafo deve explicar à priori o ponto de vista sobre o assunto partilhado pelos autores;
  3. Os alunos não são obrigados a comparar tipos semelhantes de problemas, mas devem tentar “localizar” o problema (por exemplo, consumo num sitio pode ser conectado com a produção num outro lugar. Pretende-se avaliar aspectos de causa-efeito, início-fim, consumo-produção, ou seja, seguir o problema pelos diferentes países);
  4. Transformem a distância entre os dois países colaboradores numa vantagem em vez de num problema;
  5. O artigo deve ser revisto por um “editor” externo à equipa de trabalho de forma a garantir que o trabalho é coerente e faz sentido ao leitor.
Vídeos para International Collaboration
  1. O uso excessivo de “efeitos especiais”, nomeadamente durante a edição, constitui uma distração e tende a diluir a mensagem da história;
  2. A música de fundo deverá ser utilizada com moderação;
  3. O som gravado “no local” é difícil de executar, de forma adequada – tenta encontrar um local muito tranquilo para realizar a entrevista.

X