Bioria, conhecer para proteger

Bioria, conhecer para proteger

O projeto Bioria permitiu a criação de uma Rede de Percursos Pedestres e Cicláveis em contacto com a natureza.
Para realizarmos esta reportagem, visitámos o primeiro destes, o percurso de Salreu, criado em 2005, estende-se por uma extensa zona lagunar, com campos de arroz, sapais, juncais e caniçais, onde podemos encontrar espécies como a garça-vermelha, a garça-real, a águia-sapeira, o colhereiro, entre muitas outras.
As principais ameaças a esta zona húmida são a destruição direta de habitats para ocupação por atividades humanas e a poluição por estas provocada. As espécies invasoras, como a acácia, a erva das pampas e até a vespa asiática, recém-chegada a esta área, têm também sérios impactes na biodiversidade local.
Para proteger as zonas húmidas, é fundamental conciliar as atividades humanas e a proteção da natureza, permitindo, assim, às gerações vindouras usufruir de um espaço como este de enorme importância e biodiversidade.

Alunos envolvidos no projeto: Beatriz Martins; Beatriz Rosa; Cláudio Silva; Lara Pereira

Data: 28/02/17

Partilha esta reportagem em