Reciclar para poupar!
Feb8
Saber mais
Papachicletes
Feb6

Papachicletes

Existem na Cidade Berço novas estruturas que visam reduzir a grande quantidade de restos de pastilhas elásticas que os cidadãos inconscientemente atiram para o chão, os Papachicletes. Esta estrutura contribui para um impacto ecológico mais positivo e p …

Saber mais
Um problema ambiental português chamado ALMARAZ…
Feb3

Um problema ambiental português chamado ALMARAZ…

A Central Nuclear de Almaraz dista da capital,  madrid cerca de 180 quilómetros. Do território português apenas uma centena.   Situa-se em Cáceres,  província da Estremadura Espanhola.  Almaraz torna-se,  assim um problema português.  A autorização do …

Saber mais
Aterros Sanitários – Porque Precisamos Deles
Feb1

Aterros Sanitários – Porque Precisamos Deles

O aumento da população mundial tem levado ao aumento do consumo, da produção de bens e, consequentemente, ao aumento da produção de lixo. Nem todos os países seguem práticas sustentáveis de tratamento e gestão dos resíduos e as soluções apresentadas nem sempre são aceites pelas populações. Há, no entanto, a certeza e convicção de que o lixo é um problema muito grave, seja pela quantidade gerada seja pela sua tipologia, já que pode afetar seriamente a saúde pública e gerar danos para o planeta, alguns irreversíveis. Os aterros sanitários, mesmo não sendo a melhor solução para a gestão dos lixos, têm contribuído de forma importante para a redução do impacte ambiental da excessiva produção de resíduos num país já sem lixeiras a céu aberto, mas onde cada habitante produz em média cerca de 500 kg de lixo por ano. O nosso.

Saber mais
Um Poço de Poluições e Preocupações
Jan31

Um Poço de Poluições e Preocupações

Para além da fauna e da flora característica, também podem ser encontrados, na floresta cantanhedense, arcas frigoríficas, lixo doméstico, peças de automóveis abandonados entre outros resíduos.

Saber mais
A nova melhor amiga do Rio Lizandro e dos seus “habitantes”
Jan31

A nova melhor amiga do Rio Lizandro e dos seus “habitantes”

A Estação de Tratamentos de Águas Residuais da Foz do Lizandro, situada a 1,5 quilómetro da costa portuguesa , na freguesia da Carvoeira, concelho de Mafra, foi inaugurada em 2015 com o objetivo de servir 28 000 habitantes da zona da Ericeira e de Mafra. Aquando da inauguração, a ETAR era gerida pelo Sistema Multimunicipal de Saneamento da Simtejo, sendo atualmente a sua gestão da responsabilidade da EPAL (Empresa Portuguesa das Águas Livres). A ETAR da Foz do Lizandro é constituída por 4 tanques, cada um com 1500 metros cúbicos de capacidade. Habitualmente, apenas um tanque é utilizado. Contudo, mas no Verão, devido à elevada taxa de turismo na zona da Ericeira, ou nos dias mais rigorosos de Inverno, é necessário recorrer à utilização de um segundo. O facto de haver sempre tanques em repouso ocorre, pois quando a ETAR foi planeada as vilas de Mafra e da Ericeira estavam em grande crescimento demográfico, situação que já não é acontece devido à crise económica que o país enfrenta. A Estação de Tratamentos de Águas Residuais da Foz do Lizandro é uma das ETAR´s mais desenvolvida do país, não só por ter sido construída recentemente, mas também porque possui uma tecnologia bastante avançada, o que conduz à criação de novos e mais eficazes sistemas e técnicas para a limpeza das águas, como, por exemplo, o sistema de desodorização, –que retira os odores dos processos realizados na ETAR, que normalmente são bastantes desagradáveis. Outro fator a salientar na ETAR da Foz do Lizandro é que, depois de a água sofrer todos os processos de “limpeza”, quando é descarregada para o rio Lizandro, vai 100% limpa, sem organismos maléficos para a vida aquática existente no mesmo. Uma pequena curiosidade desta ETAR é o facto que 99% dos dejetos retirados das águas são transformados em fertilizantes que posteriormente são utilizados nos campos agrícolas de todo o país, enquanto os restantes 1% são utilizados para combustão. Nesta Estação de Tratamentos de Águas Residuais, todos os processos e técnicas são feitos de forma sustentável, destacando-se, assim, um forte sentimento de preocupação com o meio ambiente envolvente e, consequentemente, com a sua sustentabilidade. “Isto é tudo feito de forma natural”, afirmação de um funcionário da ETAR. A ETAR da Foz do Lizandro é uma grande “amiga” do ambiente, mas também uma das mais desenvolvidas do país. Os seus funcionários preveem a sua utilização até 2050.

Saber mais