Os professores aprendem a Reutilizar

Os professores aprendem a Reutilizar

Reciclar não é só fazer a separação de lixo e colocá-lo no ecoponto, há muitas formas de transformar objectos e dar-lhes nova “vida”.
Foi nesse sentido que no dia 19 de novembro de 2016 decorreu a OFICINA DE FUSING PLASTIC na Quinta Pedagógica de Braga, onde estiveram presentes vários professores, dinamizada pela professora Sónia Tomé (Centro Ciência Viva da Floresta de Proença-a-Nova). É importante que os agentes que trabalham com alunos têm a oportunidade de frequentar e divulgar práticas inovadoras e mais amigas do ambiente.

O objetivo da atividade é aprender a reutilizar embalagens, sacos e muito mais… Consiste em reutilizar os resíduos já utilizados.
Os professores participantes são de diferentes áreas disciplinares: Educação Tecnológica, Educação Visual, Informática e Físico-Química. Três desses professores são coordenadores do projecto Eco Escolas.
De acordo com a professora Sónia Tomé, «os professores participantes são bastantes empenhados e espera-se que levem esse empenhamento para as aulas». «A reduzir os resíduos, a reutilizar e criar objectos novos e criativos» estamos, com ações destas, a ajudar o ambiente. Tivemos curiosidade em saber se os professores de artes estão no projeto porque se preocupam com o ambiente ou por razões artísticas: a professora Madalena (de Educação Tecnológica da Escolas EB 2,3 André Soares) respondeu que «o objectivo principal é ajudar o meio ambiente mas também introduzir as habilidades artísticas», por sua vez, o professor Jorge Rei Rio (de Educação Visual do Agrupamento de Escolas do Trigal) disse ser pelas duas razões.
A professora Sónia Tomé reforçou o facto de que devemos tentar cada vez mais reciclar e «passar a palavra», para reduzirmos a nossa pegada ambiental, por isso estas ações são positivas, embora impliquem o gasto de energia (com o uso do ferro e da pistola de cola quente) na transformação dos objetos. Mas a própria reciclagem dos plásticos traz também algumas desvantagens (há quem diga que o calor necessário para derreter o plástico também gera emissões de carbono que contribuem para o aquecimento global, por exemplo).
Não podemos é esquecer que o mundo “agradece” a nossa ajuda na preservação do meio ambiente e tudo o que fizermos por ele, fazemos por nós.

IMG_0159 IMG_0178 IMG_0156 IMG_0157 IMG_0158

Alunos envolvidos no projeto: Ana Santos

Data: 27/11/16

Partilha esta reportagem em